QUERO SER ACOMPANHANTE

QUERO SER ACOMPANHANTE

Muitas mulheres sentem curiosidade em saber como ser acompanhante e gostariam de tentar. Isso independe do nível de estudo e da classe social. Muitas meninas que estão na universidade e pertencem a classe média alta também procuram esta informação.

Ser acompanhante não é para qualquer mulher. Precisa ser uma pessoa muito forte e ter um senso de realidade muito bem formado para ter sucesso como acompanhante.

Eu recebo uma quantidade enorme de mensagens de garotas do país todo me perguntando sobre esse assunto, mas já não consigo responder a cada uma delas individualmente. Por isso vou fazer um artigo longo, mas que vai esclarecer todas as dúvidas.

Ser acompanhante
Quero ser acompanhante

Você quer mesmo ser acompanhante?

Essa é a primeira coisa que você deve se perguntar. É realmente o que você quer?

Muitas mulheres fantasiam sobre ser puta, e isso pode ser legal quando a brincadeira se restringe ao quarto e só incluí você e o seu namorado. Mas fantasiar é uma coisa e colocar a fantasia em prática na realidade é outra.

Você precisa gostar de sexo para ser acompanhante, mas deve saber que a maior parte dos homens que vão transar com você não têm barriga tanquinho e já estão ficando carecas.

E precisa aceitar que sendo acompanhante você vai fazer sexo por dinheiro. Não é por amor, nem por tesão, nem por amizade…. É por dinheiro. E esse fato causa efeitos emocionais sérios nas meninas, que podem se sentir humilhadas, solitárias, e passar por fases de depressão. Você já pensou sobre isso e acredita que consegue superar?

Você está preparada para se gerenciar com responsabilidade, ser uma boa profissional e cuidar do dinheiro que vai ganhar como acompanhante? Acredite, a maior parte das meninas não percebe a importância disso.

Você já pensou se vai ou não contar para a sua família e amigos? E como vai reagir se eles descobrirem? Esse é outro ponto importante que você precisa ter em mente se quer mesmo ser uma acompanhante.

Quero ser garota de programa
Será que eu realmente quero ser acompanhante?

O lado bom de ser acompanhante

Se você quer ser acompanhante, saiba que esse trabalho também proporciona bons momentos.

Você vai precisar se cuidar mais, comprar mais lingeries, cuidar melhor do cabelo e da pele, fazer academia e praticar exercícios com mais frequência… E tudo isso vai melhorar a sua qualidade de vida, além de fazer você se sentir mais sexy.

Seus horários de trabalho serão flexíveis, e os homens que te contratarem vão querer mimar você!

Como acompanhante, você vai namorar e fazer sexo com homens e mulheres sem ter nenhum tipo de compromisso fixo. E com um pouco de sorte, de vez em quando seus clientes serão jovens e gostosos!

Você vai viajar muito. É provável que conheça as principais capitais do Brasil e que se hospede em flats de classe e muito bem localizados.

E você vai ganhar dinheiro por isso. Muito dinheiro.

Trabalhar como acompanhante
Existe o lado bom em ser acompanhante

Existem regras para trabalhar como acompanhante

Em primeiro lugar, cuide da sua saúde. Nunca faça sexo sem camisinha, mesmo se algum irresponsável babaca te oferecer mais dinheiro por isso. A camisinha é essencial, e você absolutamente nunca deve abrir mão dela.

Faça exames regularmente para doenças sexualmente transmissíveis. Não é só a aids, existem outras doenças também. Converse com seu ginecologista.

Se perceber que o seu cliente está machucado ou com alguma infecção, vá embora. Não faça o atendimento. Lembre-se que a sua saúde vem em primeiro lugar.

Se você ficar doente, não faça nenhum atendimento até que melhore e esteja novamente preparada para continuar trabalhando.

É exatamente por se cuidarem tanto e fazerem exames regulares, que a taxa de DSTs em acompanhantes é menor do que entre as mulheres que exercem outras profissões.

Nunca, nunca, ABSOLUTAMENTE NUNCA use drogas ilegais. Esse é o primeiro degrau para uma carreira e uma vida decadentes e cheias de fracasso.

Se você se sentir mal com o trabalho, pare, desista, dê um tempo. Converse com um terapeuta, e se precisar de medicamentos, peça uma receita para um profissional, mas nunca acredite que as drogas vão te ajudar e facilitar o seu caminho.

A sua segurança física também é muito importante. Se você vai fazer um atendimento fora do seu privê, deve avisar a alguém, por exemplo, uma amiga, e dizer o endereço onde vai estar. Dê a ela o máximo de informações que puder sobre o local e o cliente. Peça para ela te ligar depois de algum tempo.

Outras acompanhantes também vão pedir que você faça a mesma coisa por elas.

O ideal, é que você só faça atendimentos em hotéis, motéis e no seu privê. Evite ir até a casa de clientes novos, que você não conhece bem.

Se puder, ative o rastreador do seu celular, ou compre um rastreador no Mercado Livre, eles são pequenos, leves e baratos. Não esqueça de dar acesso ao sistema do rastreador para uma amiga.

Evite receber clientes no seu privê se for um apartamento e não um flat ou hotel. Se estiver em uma casa ou apartamento, procure ter sempre outra pessoa no local.

Pesquise sobre o seu cliente. O telefone, o e-mail…. Procure as redes sociais dele, pesquise no jus.br.

Defina os seus limites e as coisas que você decididamente não está disposta a fazer. Por exemplo, dupla penetração, banho marrom, dominação pesada e tudo mais que não te deixe a vontade.

Inevitavelmente, como acompanhante, você precisará dizer não para um cliente. Se ele pedir alguma coisa que você não queira fazer ou que não te deixe a vontade.

Quando isso acontecer, permaneça firme em sua posição. Não existe nenhum problema em dizer não, e não fazer qualquer coisa que não te deixe a vontade.

A maior parte dos clientes não vão causar problemas e nem insistir muito. Eles são compreensivos quanto as limitações das acompanhantes com quem estão. E se por acaso um deles insistir muito, termine o programa e vá embora.

Crie uma lista negra de clientes. Pessoas que agendam e desmarcam, pessoas desagradáveis ou de personalidade mais violenta…. Compartilhe a sua lista com outras acompanhantes e use as listas delas também.

Nunca roube clientes de outras acompanhantes. O resultado disso pode ser muito desagradável. Existem pessoas loucas por aí. Tente não fazer inimigos e não provocar as pessoas.

Defina o seu preço por hora como acompanhante. O seu cachê, e não dê descontos. Se valorize. Se precisar dar descontos, já inclua isso no seu preço, e se o cliente pedir você dá o desconto programado.

Por fim, tente aproveitar o momento e a pessoa com quem você está. Você pode gostar e sentir prazer com o seu cliente e não precisa sentir culpa nenhuma e nem imaginar que está traindo a pessoa que você ama. Mesmo gostando e tendo prazer com um cliente, isso é o seu trabalho.

Regras para ser uma acompanhante de luxo
Existem regras para ser acompanhante

Para ser acompanhante, tenha personalidade

Uma acompanhante não faz só sexo com os clientes. Elas precisam conversar, descontrair e deixar os clientes a vontade. Precisam criar o clima para o sexo.

Em muitos casos o cliente só quer conversar com uma mulher bonita e talvez dar uns beijos ou algo mais. Mas definitivamente, muitos clientes não querem sexo.

Você precisa se preparar para escutar os problemas deles e ser uma companhia agradável. Em alguns casos, um tipo de terapeuta mesmo. Isso não é incomum para as acompanhantes.

Se você quer mesmo ser acompanhante, precisa conversar sobre diversos temas e saber se portar com discrição e muita educação em qualquer tipo de ambiente, dos mais refinados até a cama do motel.

E principalmente, nunca comente sobre os detalhes da vida pessoal dos seus clientes com outras pessoas. Tente não entrar na vida privada deles.

A personalidade da acompanhante
Acompanhantes de personalidade

Para ser garota de programa, seja responsável

Nada pior do que acompanhantes que não escovam os dentes e não mantém o seu privê limpo. Uma acompanhante precisa estar sempre limpa, cheirosa e sexy.

Não arrumar o seu quarto é algo que reflete a desorganização na sua vida pessoal.

Quando o cliente vai até o privê de uma acompanhante, ele quer um momento agradável e especial, mas se encontra um lugar desorganizado ou sujo, a fantasia e as expectativas dele já começam a se desfazer ali.

Não descumpra os horários marcados, a não ser que seja uma emergência muito grave. Se seus horários estiverem mais apertados, não continue agendando, aumente um pouco o valor do seu cachê e tente fazer com que alguns clientes marquem para o outro dia.

Seja sempre honesta com o cliente. Se você anunciou que o seu programa tem sexo anal, não tente cobrar mais dinheiro quando o cliente pedir para você ficar de quatro.

Informe no seu anúncio o que você faz, o que não faz, e o que você cobra mais dinheiro para fazer. Deixe tudo muito claro e não haverá problemas na hora do programa.

Trabalhar como acompanhante
Tenha responsabilidade para ser garota de programa

Para ser acompanhante, seduza

Para ser uma acompanhante o ideal é que você consiga clientes fixos, que pagam direitinho e te visitam em tempos regulares, seja uma vez por semana ou uma vez por mês.

Você consegue isso sendo uma boa profissional.

Para começar, como já foi dito acima, mantenha o seu local de trabalho limpo e organizado, esteja sempre linda, cheirosa e arrumada, e respeite os horários agendados. Nunca desmarque um programa. Mas tem outras coisas também.

Quando o cliente entra no seu privê, ele espera que você quebre o gelo, crie o clima e seduza. Para fazer isso você vai precisar ser bem safada e muito liberal. E eles vão adorar!

Não receba o cliente completamente nua. Use uma lingerie sensual, algo que facilite o contato e que você possa ir tirando devagar depois.

Você quer ser acompanhante, e existem algumas coisas que você não faz, seus limites. Tudo bem, isso é o jeito certo de trabalhar, mas nessa profissão existem algumas coisas que são esperadas de você, como saber fazer sexo oral com vontade.

Os clientes não gostam de meninas que chupam com nojinho. Eles gostam de sexo oral feito com prazer, molhado, gostoso, começando devagar, e se possível terminando com garganta profunda. E se você não consegue chupar com gosto e vontade, então ser uma acompanhante não é a sua profissão.

Não fique de quatro como se você fosse esposa dele a vários anos. Quando ficar nessa posição, abaixe o rosto e deixe a bunda bem empinada. Ele vai adorar!

Uma coisa detestável são as acompanhantes que não respeitam a regra do programa de uma hora. Elas terminam quando o cliente goza, e não dão a mínima se ele gozou com 10 ou 15 minutos. Terminam o programa ali mesmo. Esse cliente nunca mais vai voltar, e vai falar mal de você para muitas outras pessoas que também nunca vão te contratar.

Não limite o número de posições que faz no programa. O programa, em regra, tem uma hora, e durante esse tempo, tente dar ao seu cliente os 60 minutos mais felizes da vida dele. Se ele gostar, com certeza vai voltar e também vai comentar sobre você com os amigos, que farão questão de te contratar também.

Saber que realizou a fantasia de um cliente, que ele ficou encantado e seduzido por você, é uma coisa que pode dar prazer a você também. Aprenda a valorizar essas emoções.

Não fique olhando o relógio para ver se a hora do cliente já está acabando. Seja flexível. Você não vai causar uma boa impressão de ficar contando os minutos para o cliente ir embora. Isso não vai te ajudar a construir uma reputação como acompanhante.

Ganhar dinheiro sendo acompanhante
Seja uma acompanhante sedutora

Para ser acompanhante, pense no futuro

Se você quer ser acompanhante, precisa estabelecer regras e objetivos para a sua vida. É muito difícil se gerenciar no trabalho e ter o controle dos seus horários e do seu dinheiro.

Nessa situação, é muito fácil começar a procrastinar e gastar demais, sem pensar que você tem um futuro pela frente, ou que pode precisar parar por algumas semanas se ficar doente ou acontecer algum imprevisto.

Para começar, não abandone os estudos. Entre os melhores investimentos que você pode fazer para o futuro, estão a faculdade, a pós-graduação, e adquirir fluência em pelo menos dois idiomas. Cursos e palestras relacionados a liderança e administração também são muito bem-vindos.

E se você viajar para passar temporadas em outras cidades, conheça os museus, os parques, e procure frequentar alguns eventos culturais das cidades onde você estiver. Considere esse o seu tempo, não um trabalho e nem obrigação, mas um investimento em você.

Não seja preguiçosa. Como acompanhante, você depende do seu corpo em forma, então não deixe de ir à academia e nem de fazer atividades físicas como corridas e caminhadas ao ar livre. Não desmarque horários agendados com os clientes por causa da preguiça.

Aprenda a vencer a preguiça e não procrastinar. Preguiça é auto sabotagem, e é uma forma inconsciente de impedir que você vença, seja qual for o seu objetivo na vida. A preguiça está relacionada ao medo de vencer.

Esqueça “O Segredo”. Sobre a preguiça e auto sabotagem, eu recomendo o livro A Guerra da Arte, de Steven Pressfield. E a palestra da Nova Acrópole sobre esse livro, da professora Lúcia Helena Galvão, que você pode encontrar no YouTube com o nome MINI CURSO – Como superar os limites internos – baseado em “A Guerra da Arte”, LUCIA HELENA GALVAO.

Se lerem o livro e assistirem a palestra, a preguiça e a auto sabotagem nunca mais serão problemas em suas vidas.

Faça investimentos de médio e longo prazo. Procure uma corretora e se informe sobre bons investimentos. Faça um plano de previdência privada e tenha um bom plano de saúde.

Se não guardar dinheiro, você nunca conseguirá parar de trabalhar como acompanhante, e possivelmente terminará a carreira como uma puta velha, solitária e mal-amada.

Não é preciso ficar rica primeiro para investir depois. Existem investimentos acessíveis para todas as pessoas. Não invente desculpas para não guardar dinheiro.

Guardar dinheiro enquanto você é jovem e ganha bem com os programas, é essencial para o seu futuro. Não seja idiota, não subestime isso e nem quebre essa regra. Resista aos gastos inúteis e priorize o seu futuro.

Como ganhar dinheiro sendo acompanhante
Quer ser acompanhante? Então planeje o futuro

Para ser uma acompanhante, seja realista

Um grande erro é que a maior parte das meninas se imaginam como acompanhantes de luxo.

Todas querem ser acompanhantes de luxo, elas glamorizam o trabalho com viagens, champanhe, roupas de grife e presentes caros, e ignoram que as garotas que atingem esse nível são poucas.

As acompanhantes de luxo não são só mulheres absolutamente lindas, mas também são extremamente inteligentes. Muitas delas falam pelo menos dois idiomas, algumas falam três ou mais, e elas são formadas na universidade. Muitas continuam os estudos e fazem pós-graduação ou mestrado.

Acompanhantes de luxo não restringem seu trabalho ao quarto, elas acompanham homens abastados em viagens de negócio, eventos sociais, e sabem se comportar em qualquer ambiente, por mais fino e elegante que ele seja. Não existe um mercado muito grande para acompanhantes de luxo, e elas nunca se anunciam em sites de acompanhantes.

Acompanhantes de luxo constroem suas carreiras devagar, atendendo os clientes tão bem, e fazendo com que eles se sintam tão especiais, que eles sempre voltam, e depois de um tempo, elas possuem uma lista de clientes regulares e não precisam mais se anunciar em sites de acompanhantes.

A partir daí elas filtram os clientes, mantém os melhores, que pagam mais, que dão presentes mais caros, que convidam para viagens, e dispensam os outros.

Inevitavelmente chegam a um ponto onde estão atendendo apenas empresários, políticos, altos executivos e pessoas famosas.

O termo acompanhante de luxo definitivamente não se torna uma realidade só porque uma acompanhante, por mais linda e gostosa que seja, começa a se descrever assim nos seus anúncios da internet.

Portanto, seja realista sobre o seu corpo, a qualidade do seu programa, e o valor que você cobra. Tenha sonhos possíveis de serem realizados e não fique presa a fantasias inalcançáveis.

Como ser puta
Seja uma garota de programa realista

Trabalhar como acompanhante independente ou ser agenciada?

Essa é uma decisão que você precisa tomar. Você quer ser uma acompanhante independente ou prefere ser agenciada por outra pessoa? Ou quer ser acompanhante em uma clínica de massagem? Não são escolhas fáceis.

Para começar, o agenciamento de acompanhantes é uma atividade proibida no Brasil, assim como as clínicas de massagem. Isso acontece porque no nosso país, a prostituição não é regulamentada.

A prostituição existe. Os agentes existem, e as clínicas de massagem também. Mas são atividades ilegais.

Você pode ser acompanhante e não vai ter nenhum problema com a lei, ser acompanhante não é proibido, mas você não pode, pelo menos legalmente, ser agenciada e nem contratada para trabalhar em uma clínica de massagem ou boate.

A grande vantagem de ser uma acompanhante independente é que você gerencia seus horários, você mesma filtra seus clientes e decide quais deles você vai atender ou não, e o dinheiro que você ganhar é todo seu.

Se por outro lado você for agenciada por outra pessoa, praticamente não terá nenhum custo e nem precisará fazer qualquer investimento para começar a trabalhar. Mas vai precisar pagar um percentual do dinheiro que ganhar em cada programa para a pessoa que te agenciar.

Trabalhar em uma casa de massagens ou em uma boate é quase como ser agenciada. Existe segurança e você não precisa fazer investimentos, mas além de não ficar com todo o dinheiro que ganhar, você vai precisar cumprir os horários do lugar.

Não existem escolhas fáceis aqui. Mas nós vamos ver cada um destes cenários com mais detalhes.

Como ser acompanhante
Que tipo de acompanhante você vai ser?

Ser acompanhante independente

Como acompanhante independente você vai gerenciar os seus horários e o seu dinheiro. Não vai precisar depender de ninguém e nem pagar uma parte do seu dinheiro para qualquer outra pessoa. Mas existem outras coisas que você deve considerar.

Para ser uma acompanhante independente, você vai precisar investir dinheiro.

Em primeiro lugar, você vai precisar de um book, um ensaio fotográfico de qualidade, feito por um fotógrafo profissional. Ter um vídeo também seria desejável.

O ensaio fotográfico de qualidade não é barato. É claro que você encontrará fotógrafos que cobram valores baixos, mas as fotos deles geralmente não são boas.

Se não puder começar com um ensaio de alta qualidade, tente pelo menos investir de 600 a 1.000 reais em um ensaio de qualidade mediana. Ensaios mais baratos do que 600 reais geralmente são de baixa qualidade e não vão te ajudar muito.

Existe uma enorme concorrência entre as acompanhantes que anunciam em sites, e as que possuem as melhores fotos saem na frente e atraem os melhores clientes.

Mostrar o rosto nas fotos do ensaio também ajuda a destacar mais o seu anúncio, fazendo com que você agende mais programas e cobre um valor mais alto por hora.

Se você fizer uma boa maquiagem, mudar o cabelo, colocar uma lente de contato, clarear os dentes, e o fotógrafo for realmente bom, você vai conseguir fazer as fotos mostrando o rosto e ficará quase irreconhecível. A não ser que você tenha características físicas muito peculiares que facilitem a sua identificação, as fotos feitas desta maneira não serão muito úteis para ajudar um parente ou amigo a ter certeza de que é realmente você naquelas imagens, mesmo vendo o seu rosto.

Mas, se preferir não mostrar o rosto nas fotos, não tem problema. É só pedir para o fotógrafo te dar uma máscara, um chapéu, ou fazer as fotos de forma que o seu rosto não apareça de frente.

Você também pode pedir para o site que for publicar o seu anúncio cobrir o seu rosto nas fotos. Nesse caso você pode escolher se quer que eles cubram com um embaçado mais forte ou mais fraco, e se quer que eles deixem a boca ou os olhos aparecendo em algumas imagens.

Eu não recomendo que as fotos sejam editadas para levantar os seios, empinar a bunda, tirar culote ou celulite. A menina das fotos deixaria de ser você, e o cliente pode se decepcionar quando você abrir a porta.

Se isso acontecer, o cliente vai falar mal de você em fóruns de internet e você vai ficar conhecida como uma acompanhante que tenta enganar os clientes. Você só tem a perder editando suas fotos dessa forma. Use no máximo um filtro básico de luz.

Junto com o ensaio fotográfico profissional, você também pode colocar algumas selfies e fotos caseiras. Isso passa mais credibilidade para o seu anúncio e ajuda o cliente perceber que você é realmente aquela gata do ensaio profissional, mesmo sem as luzes e a maquiagem do estúdio.

Para começar a trabalhar como acompanhante você também precisa de um telefone para ser usado exclusivamente para o trabalho. Não misture a sua vida pessoal com o seu trabalho. Tenha um número de contato e uma conta de WhatsApp de uso exclusivo para o trabalho. E desligue esse telefone quando estiver em uma ocasião pessoal, com amigos e família.

Você pode ser uma acompanhante sem ter um privê, e atender os clientes apenas em hotéis e motéis, mas isso não é prático e reduz muito a quantidade de programas que você vai fazer.

Se você não tem um local, pode pesquisar os flats da sua cidade que permitem que você receba visita sem cobrar mais e que não cobrem caro por toalhas extras. E pode trabalhar ali.

Mas o ideal mesmo é que você tenha um apartamento ou um flat permanente, onde possa receber os clientes e fazer o programa sem maiores preocupações.

No caso de um apartamento, você pode procurar um que tenha garagem ou um estacionamento próximo, e que não tenha porteiro. Isso faz o cliente se sentir mais à vontade, principalmente quando ele é casado.

Outra forma de começar é procurar outra acompanhante que tenha um apartamento e queira dividir o aluguel. É uma situação comum, só precisa perguntar e mais cedo ou mais tarde você encontra alguém.

O importante é ter afinidades e se dar bem com a outra pessoa, mas mantenha sempre o pensamento de que vocês estão ali para trabalhar e ganhar dinheiro, não para serem amigas e se divertirem juntas.

Quero ser acompanhante de luxo
Poucas acompanhantes chegam lá!

Por fim, você precisa pagar o site de acompanhantes para publicar o seu anúncio. Os valores podem ser mensais ou semanais, mas quando você paga mensal, costuma ter um bom desconto! Os anúncios precisam ser pagos primeiro, antes de serem publicados no site.

Não dê atenção para sites grátis. Dificilmente eles trarão bons clientes para você e aumentam muito a sua exposição, desgastam suas fotos, fazem parecer que você cobra um cachê no anúncio de um site e que no outro site mais simples, cobra mais barato.

Vasculhe os sites ruins com frequência, inclusive sites de outras cidades, para ver se eles publicaram as suas fotos sem a sua autorização. Se isso acontecer, telefone para eles e peça para retirarem as fotos do site imediatamente.

Evite também anunciar em jornal, ali você só consegue homens mais velhos que passam metade do tempo pedindo descontos.

Outro investimento que não é essencial, mas é muito importante e ajuda a aumentar o número de clientes que você atende, é a maquininha para o cliente pagar usando o cartão de crédito. E ele pode até parcelar o programa porque você vai receber a vista da operadora do cartão. E como a operadora cobra uma taxa para parcelar, você pode repassar esse valor para o cliente.

Existem muitas opções que vão do seu banco até um contrato direto com a Cielo, passando pela maquininha do Pag Seguro. As taxas cobradas são diferentes, e você precisa consultar todas as opções antes de decidir com qual maquininha e em qual plano vai trabalhar.

Se conhecer alguma acompanhante que já tenha a maquininha, peça algumas dicas para ela sobre as taxas cobradas.

Também existem outras coisas não essenciais para começar a trabalhar, mas que são importantes para começar a criar e manter a sua reputação nesse ramo. Por exemplo, tenha um site pessoal, só seu, onde você pode comentar os programas que fez e divulgar selfies exclusivas.

Vamos tentar calcular o investimento inicial das coisas mais importantes que você precisa para começar a trabalhar como acompanhante:

Um telefone razoavelmente bom, só para atender ligações e usar o WhatsApp custa mais ou menos R$ 1.800,00.

Um plano com a operadora do telefone vai ficar em uns R$ 60,00 por mês.

Um ensaio fotográfico mediano fica entre R$ 600,00 e R$ 1.000,00.

Um bom anúncio em um site de acompanhantes de qualidade fica entre R$ 400,00 e R$ 600,00 por mês, mas esse valor varia muito. Pode ser bem mais alto em São Paulo e muito mais baixo no Nordeste.

O aluguel de um flat bem localizado onde você pode morar e trabalhar fica entre R$ 1.500,00 e R$ 3.000,00 por mês.

Além disso existem outros custos. Academia, plano de saúde, previdência privada…. Mas mesmo sendo muito importantes, eles não são essenciais para você começar a trabalhar.

Em geral, os investimentos essenciais para você começar a trabalhar como acompanhante não são caros. Mas enquanto não tiver um local adequado para receber os clientes, você terá dificuldades.

Uma última dica é: Não seja uma garota de programa de rua. Dessas que se oferecem nas esquinas de algumas ruas escuras. Isso é perigoso e você poder ser agredida tanto física quanto moralmente. Ser garota de programa na rua, não vai te levar em lugar nenhum.

Conheça as Acompanhantes Fortaleza!

Trabalhar de acompanhante
Não é fácil ser acompanhante

Ser acompanhante em uma casa de massagens

Ser acompanhante em uma cínica de massagens é bem mais fácil. Você não precisa investir nada e nem agendar os programas, o pessoal da clínica vai fazer isso para você.

A clínica vai pagar pelo seu ensaio fotográfico, talvez façam um vídeo também, e vão pagar a publicação dos seus anúncios nos sites de acompanhantes.

Eles vão agendar os programas entre você e os clientes, e você só precisa estar lá nos horários combinados, linda, cheirosa e pronta para receber o cliente.

Na casa de massagens, o cliente pode pagar pelo programa com cartão de crédito, e pode parcelar. Isso aumenta o número de clientes.

Outra vantagem é que a clínica é um lugar seguro. Além de câmeras de segurança, a clínica mantém um segurança no local, pronto para proteger as meninas caso seja necessário.

E se a clínica te mandar fazer um atendimento em outro local, eles saberão onde você está, com quem, e o tempo que você vai ficar ali. Se houver a menor chance de acontecer algum problema, ou qualquer desconfiança, a clínica vai entrar em contato com você e com o cliente, e se for necessário, eles vão mandar uma pessoa para te ajudar em uma situação difícil.

Mas tudo isso não é de graça. A clínica vai ficar com um percentual do valor de todos os seus programas.

E se você resolver parar de trabalhar lá, não vai poder ficar com as suas fotos. A casa de massagens também não vai mais usar suas fotos se você não trabalhar mais lá, mas eles só vão te dar as imagens se você pagar por elas.

Muitas mulheres que querem ser acompanhantes começam em uma casa de massagens. Lá elas conversam com garotas que têm mais experiência no ramo e conquistam alguns clientes. Depois de um tempo elas saem das casas de massagem e vão trabalhar como acompanhantes independentes.

Se você quer ser acompanhante em uma clínica ou casa de massagem, só precisa procurar esses locais na sua cidade e telefonar, chamar pelo WhatsApp ou mandar uma mensagem perguntando se eles estão contratando.

Pesquise sobre a clínica ou casa de massagens antes de marcar uma visita ao lugar, busque informações sobre eles em redes sociais e fóruns de acompanhantes.

Tenha cuidado, não escolha clínicas mal localizadas e nem vá ao local se você não se sentir segura.

Você conhece as Acompanhantes São Paulo?

Ser acompanhante dá dinheiro
Trabalhe em uma clínica de massagem

Ser acompanhante agenciada

Acompanhantes agenciadas. Vamos ser francos? Isso significa que você vai ter um cafetão, ou uma cafetina.

Um agente vai pagar pelo ensaio fotográfico, pelos anúncios e vai agendar todos os programas para você. Ele possuí um local, apartamento ou flat, para você fazer o atendimento.

Em resumo, se tiver um agente, você não vai gastar nenhum dinheiro para começar a trabalhar como acompanhante.

Na prática é quase como ser acompanhante em uma casa de massagem. Mas as clínicas geralmente possuem mais vantagens por terem um segurança no local, horários e regras mais definidos.

Um agente não pode ficar por sua conta, ele também agencia outras meninas, e mesmo que ele saiba bem com quem você está e onde, além de outras informações, ele não pode ficar ali no local, como um segurança para você.

Se você tiver um flat ou um quarto em um apartamento que pertença ao agente, você deverá cuidar dele e mantê-lo limpo. Isso será parte do seu trabalho, assim como em uma casa de massagem. E da mesma forma que em casas de massagens, você terá problemas se não conseguir cumprir estas obrigações.

As fotos do ensaio também não serão suas, você vai precisar pagar por elas se desejar usá-las depois que parar de trabalhar com aquele agente.

Muitas mulheres que agenciam garotas de programa, são acompanhantes também, ou ex acompanhantes que agora só se dedicam ao agenciamento. Nessa profissão se lida com tantas informações e complexidade, que eu reconheço a capacidade e o valor das pessoas que trabalham bem, sem explorar as acompanhantes e nem os clientes.

A melhor forma de encontrar um agente é perguntando para as meninas que já trabalham como acompanhantes. Não é fácil conseguir um bom agente, existem muitos bons e maus profissionais por aí, encontrar e optar por um deles não é uma coisa simples e nem rápida. Mas com tempo você vai conseguir, e se achar uma pessoa justa e honesta, vai valer a pena.

Virar acompanhante de luxo
Seja uma acompanhante agenciada

Já decidiu se quer mesmo trabalhar como acompanhante?

É muita informação, não é? Mas também é muito importante conhecer a profissão que você está querendo seguir.

Ser acompanhante não é para qualquer pessoa. Se você não é uma mulher forte, segura e independente, procure outra coisa para fazer, porque não terá futuro como acompanhante. É um conselho sincero.

Se você tem mais alguma dúvida, por favor, deixe o seu comentário usando o formulário abaixo.

E por favor, curta e compartilhe esse post na sua rede social! Vai que isso te dá boa sorte!!

As Acompanhantes Porto Alegre são lindas!

Descubra qual é a função social das Acompanhantes Brasília!

Como ser acompanhante de luxo, como ser garota de programa.

Um testemunho em “QUERO SER ACOMPANHANTE
  1. Talita disse:

    Olá tudo bem?! Meu nome e Ágatha. Tenho 21 anos e sou de Betim – MG. Gostei muito do seu artigo e estou super interessada em trabalhar como acompanhante. De início seria bom ser independente assim posso gerenciar meus horários, ou tbm trabalhar sobre a gerência de alguém, se vc puder me ajudar, dar dica de um bom lugar de gerenciamento seria ótimo! Obg, mas peço descrição quanto ao meu contato.
    PS: Ágatha é nome artístico rsrsrs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *