Regulamentem a prostituição – Uma dose de franqueza

Regulamentem a prostituição – Uma dose de franqueza

Já que nós não estamos passando por tempos muito fáceis e esse é um tema delicado, eu preciso esclarecer que não se trata de uma posição política enviesada e nem de militância disfarçada. Não quero ter nada a ver com partidos nem posições políticas, sejam à esquerda ou à direita. Eu penso por conta própria sobre cada questão, sem seguir caminhos pré-definidos por esse ou aquele grupo. Não peço que ninguém acredite em mim, e nem gostaria disso, se antes eles não pensarem também, e detalhadamente sobre qualquer coisa que eu diga.

Pois bem, agora que os ânimos foram acalmados, vamos direto para o assunto do post: A prostituição precisa ser regulamentada no Brasil.

Prostituição no Brasil
É preciso regulamentar a prostituição no Brasil

Os donos da verdade

Quem se senta confortavelmente no sofá de casa, se sente dono da verdade e começa a criticar a imoralidade das mulheres que recebem dinheiro em troca de sexo, simplesmente é incapaz de perceber como essa opinião, lá na outra ponta, causa vítimas reais.

Saiba qual é a função social das Acompanhantes Brasília!

Afinal de contas, será que a “família” é uma coisa tão fraca que não sobreviveria a terceiros exercendo sua liberdade de transar por dinheiro com alguém que deseja pagar por isso?

Se uma mulher quer ser garota de programa, ela vai ser. Sua opinião não muda esse fato, mas interfere na forma como ela vai fazer isso.

Prostituição na rua
Prostituição na rua

As opções para quem quer ser garota de programa

No Brasil, todos os dias, milhares de mulheres decidem ingressar nessa profissão e procuram informações sobre como começar a fazer programa.

Inevitavelmente elas descobrem que não podem ir até uma boate, entregar seus currículos, preencher os cadastros, terem suas carteiras de trabalho assinadas, seus direitos garantidos, e começar a trabalhar, porque isso é proibido. Nós, como sociedade, negamos isso a cada uma delas.

Então elas começam a pesquisar sobre como ser acompanhantes, e descobrem que além da total falta de segurança, elas precisariam ter muito dinheiro para investir em um book de fotos, um telefone só para o trabalho, anúncios pagos em sites de acompanhantes, e o custo de um apartamento ou flat bem localizado para receber os clientes.

É um processo caro e burocrático demais para quem só quer fazer sexo e receber seu dinheiro.

A outra opção, é vestir uma roupa barata e vulgar e ir a uma boate de quinta categoria, ou então em alguma esquina de uma rua escura, onde poderão se oferecer para os homens que passam, por um preço humilhante e correndo o risco de serem agredidas física e moralmente a qualquer momento e por qualquer pessoa.

Garotas de programa
Garotas de programa

A imoralidade proibida e a imoralidade tolerada

Nós aceitamos que as mulheres saiam, se divirtam, beijem quantos caras quiserem e transem no primeiro encontro. Elas são modernas e empoderadas!

Não tem problema ir no baile funk e se esfregar no pau duro de um adolescente que foi reprovado na escola e a cada dia tem um futuro menos promissor.

Sejamos francos, hoje em dia as escolas até incentivam que as relações sexuais aconteçam mais cedo. Elas falam de sexo abertamente, dizem que não tem problema e até falam que o que importa é o seu desejo e não as opiniões dos seus pais.

Muita gente diz que não é bem assim, e eu até entendo que essa não seja a regra para a maioria, mas que acontece, acontece. Direta ou indiretamente, em maior ou menor intensidade.

O sexo está na televisão, nas revistas, na internet, nos grupos de WhatsApp, nas escolas, e nunca, em nenhuma época, foi tão aceito e tolerado, até incentivado, que as pessoas tenham acesso a ele cada vez mais cedo. Isso ninguém quer discutir.

Nossa sociedade é a mais imoral e a mais promíscua que já existiu na história da humanidade.

Calígula certamente ficaria corado e sentiria vergonha no ambiente de um baile funk, ou em uma oficina de siririca de universidade pública, vendo um beijaço, ou contemplando crianças com menos de 10 anos respondendo o que é sexo anal e oral, no dever passado pela professora (aconteceu em Contagem – MG, e a secretaria de educação ficou do lado da professora).

Acredito que a maior parte das pessoas sejam contra essa realidade, essa sociedade hiper-sexualizada, mas mesmo assim, ela continua existindo e ninguém faz absolutamente nada contra isso.

Mas se a menina quer ganhar dinheiro para fazer sexo com o cara, aí ela é uma vagabunda, uma piranha.

Se você pensa assim, vá se fuder.

Putas
Não posso escrever o que pensei

O enrustido

Não, eu não sou esse tipo de gente que acha que se você critica a promiscuidade de um gay no espaço público, certamente é porque você é um gay enrustido.

Não acredito que seja um fato constante e universal a afirmação de que as pessoas que criticam algo sentem o desejo secreto de se converter naquilo. Eu francamente acho que essa é uma das maiores bobagens que já escutei. É um caminho curto para taxar alguém com um rótulo e não ter que pensar no que foi dito.

Mas sou um homem, e como homem eu sei que homem sente tesão. Não estou dizendo que eu sinto tesão, mas sim que todos nós sentimos tesão a todo momento e por quase todas as mulheres que aparecem na nossa frente. Só estou sendo franco.

Como seres civilizados que somos, nós escondemos o pau duro e fingimos que está tudo bem. Vamos ser só amigos! E a maioria de nós uma hora sossega junto de uma pessoa só e aceita a realidade da vida: Você não pode comer todas elas.

Não é que nós não consigamos dominar nossos desejos, nós fazemos isso toda hora, e fazemos bem. Não somos animais.

Quem diz que todo homem tem desejo a todo instante, que é incapaz de se controlar, e logo é um estuprador em potencial, é um mentiroso e não conhece nada de homem. Simplesmente ignora a realidade ao seu redor. Para cada homem babaca que bate ou estupra uma mulher, existem milhões de homens que fariam todo o possível para impedir que isso aconteça. Mas esse não é o tema principal hoje (será em breve).

Quando eu digo “enrustido”, estou afirmando que com raras exceções os homens pensam em sexo o tempo todo, todos os homens, e quem diz que não, ou tem algum problema que o coloca nas exceções ou é um mentiroso.

Quando digo “todo homem”, eu estou incluindo os moralistas que criticam a prostituição. As mentes deles são tão poluídas quanto a minha. Não tem como ele taxar a mulher de vagabunda sem pensar consigo mesmo: Mas ela é gostosa. Eu pegava!

Se isso fosse possível, ele não teria um pênis, não seria parte do gênero masculino.

São falsos. Talvez sintam tesão normalmente, como qualquer um, mas como não podem brincar, sei lá, talvez por serem casados ou terem recebido uma educação extremamente rígida e formal, querem proibir que os outros brinquem também.

Prostituição
Prostituição

Eu defendo o seu direito de não ver e não participar da minha putaria

Eu gosto de sexo, e gosto de putaria, sendo franco, preciso dizer que me considero um promíscuo e não acho que isso seja um problema, mas não quero que isso aconteça em praça pública na porta de uma pré-escola.

Por isso, eu entendo quem é contra a putaria que rola solta nos bailes funk, no carnaval entre homens e mulheres, ou na parada gay. Ou quando a promiscuidade acontece em locais inapropriados, geralmente com a intenção clara de provocar outras pessoas. Eu também não gosto disso.

E não importa se são dois homens, duas mulheres, um casal hétero ou um cearense com uma cabra. Você tem o direito de ter uma vida safada nos locais apropriados para isso. Motéis, boates, festas adultas, na escadaria ou elevador do prédio, no banheiro do escritório…. (se for brincar em locais públicos, seja discreto e tome cuidado). Mas isso é problema seu, e eu espero sinceramente que você faça e que seja muito feliz, porque é bom!

Mas ninguém espera que você apareça no escritório de manhã, com a mesma roupa usada em uma boate na noite anterior. Sem tomar banho então? Eu demitiria você.

O que eu estou falando é que para quase tudo nessa vida existem consequências e limites, escritos ou não, e que uma vida completamente sem limites não seria boa nem para você e nem para as pessoas ao seu redor. Essa seria a outra extremidade da mesma linha do dono da verdade que defende a proibição da prostituição.

Eu estou dizendo que quando eu contrato uma acompanhante, não levo ela pra transar no sofá da minha avó na hora da novela das oito. Isso não seria legal.

Conheça as Acompanhantes Fortaleza!

Garotas de programa na rua
Garotas de programa na rua

A violência

Como a gostosa não pode ser legalmente contratada para se prostituir, nem pode bancar o investimento por conta própria nesse novo negócio, muito menos ter acesso a crédito para isso, ela vai trabalhar na rua. Ok, essa parte nós já vimos. Mas o que acontece na rua?

Acontece que os melhores pontos onde ela pode se prostituir já são de outras pessoas que reagirão com violência contra uma nova concorrente, que vai precisar pagar uma parte do dinheiro que conseguir se prostituindo para continuar fazendo isso naquele lugar.

Programas com garotas de rua já são baratos, e quando ela precisa pagar uma parte para alguém, isso não melhora muito a vida financeira dela.

Além disso, como ela não tem um flat ou apartamento para fazer o programa, isso vai acontecer na rua, atrás de uma árvore, em uma construção inacabada ou dentro do carro de um completo desconhecido.

E se ela apanhar, ou se o filho da puta resolver não pagar a moça, ela não pode fazer absolutamente nada.

A insegurança que existe entre essas mulheres é enorme e certamente prejudica o desenvolvimento delas em outras áreas da vida, como a dedicação a família ou aos estudos, que muitas enfrentam com a ideia de parar de se prostituir depois de formadas.

E se por um acaso ela conseguir trabalho em uma clínica ilegal (porque é um ramo de negócio ilegal), e o dono do lugar não pagar direito, ou abusar dela, ou bater? O que acontece?

Não acontece nada. A menina que está em uma clínica se sujeita no mínimo a maus tratos morais, porque não quer sair dali e ir trabalhar na rua.

Também precisamos considerar que o medo de ser atacada por vingança a impede de ir à polícia.

E isso quando algum policial não recebe um cafezinho pra proteger o puteiro. O que é muito comum.

Garota de programa agredida
Garota de programa agredida

Sempre tem uma zona

Mas quem é homem, não importa em qual cidade no país, sabe onde tem uma zona. Porque sempre tem uma zona!

Aqui em Belo Horizonte é na rua Guaicurus, e eu recomendo que você não vá muito cedo. Chegue lá pelas dez ou onze horas, ou então deixe para ir na parte da tarde, mas não no fim da tarde! Tem alguns hotéis ali com garotas que são realmente lindas, e os preços são muito bons!

As zonas precisam ficar em lugares mais desvalorizados e violentos, justamente por ser um negócio ilegal. Se fossem regularizadas, as zonas estariam nos melhores bairros!

Mas o ponto aqui é que mesmo que as zonas, com seus hoteizinhos sejam ilegais, elas estão lá. A polícia passa na porta e ninguém faz nada.

De vez em quando, eu imagino que por insistência de algum político moralista, a polícia invade e fecha um desses locais. Só para aparecer na TV e ferrar com a vida de quem está trabalhando honestamente.

As meninas que trabalham em locais assim, além de não terem nenhum direito trabalhista, ainda vivem na insegurança de hoje ser o dia que a polícia escolheu para aparecer na TV fechando um puteiro.

Como se não tivessem traficantes e ladrões soltos por aí. Como se não tivesse ninguém roubando bolsas de velhinhas a um quarteirão da Guaicurus, onde o policial leva a prostituta para o camburão como uma criminosa.

Imagina o comandante da PM pensando: Hoje não tem nada pra fazer. A vida tá tranquila. Não tem crimes sérios com os quais eu deva me preocupar. Então eu vou ali fechar um puteiro pra me sentir machão.

Enfim, é a vida…

Mas a mensagem que fica, é que ninguém merece trabalhar com insegurança, violência, humilhação e sem nenhum direito. E é a essa vida que nós condenamos as acompanhantes quando decidimos não regulamentar a profissão delas.

Zona Guaicurus em Belo Horizonte
Zona Guaicurus em Belo Horizonte

Mas a prostituição não é ilegal

Não meu jovem, a prostituição não é ilegal no Brasil, mas abrir uma boate e contratar prostitutas para trabalhar lá é.

Isso acontece porque a prostituição não é ilegal, mas também não é regulamentada.

Isso é um crime sem vítimas. Crimes assim não deveriam existir.

Não podendo ser legalmente contratada, a moça vai trabalhar na rua.

Se a prostituição fosse regulamentada, muito dinheiro seria investido na construção de mega boates e bordeis, com instalações para todos os bolsos e gostos, com lindas moças trabalhando em horários fixos.

As clínicas de massagem iriam se regularizar, e contratariam legalmente as suas funcionárias, que atualmente não são formalizadas porque a lei proíbe.

Isso significa que as mulheres teriam direito a carteira assinada, décimo terceiro salário, FGTS, plano de saúde, férias, e sem contar que estariam trabalhando em um lugar com segurança.

Elas teriam a garantia e estabilidade do próximo salário, e também receberiam comissão pelos programas. Isso garantiria acesso a crédito e melhoraria muito a qualidade de vida das garotas de programa.

Os cafetões que são violentos ou roubam as mulheres, seriam chutados do mercado, e mesmo se eles se regularizassem, sua má fama os impediria de progredir nesse ramo. Eles só existem porque o ramo é ilegal, e a concorrência de investidores e homens de negócio não existe de forma séria.

Você deve estar pensando: Mas quem é contra o direito dessas mulheres de terem segurança e direitos trabalhistas garantidos?

Prostituição na rua
Prostituição na rua

A culpa não é da esquerda

A culpa não é dos grupos que se identificam com um estado mais assistencialista, e que para fins de argumentação, e por não querer entrar em um assunto que me faria escrever mais dez mil palavras, eu vou chamar de “esquerda”.

A esquerda defende a liberdade sexual e sempre foi muito liberal nesse tema. Os autores da esquerda sempre defenderam isso, por exemplo Theodor Adorno ou Shulamith Firestone, que foi uma profeta da sociedade hiper-sexualizada. Para eles isso não é um problema, faz parte da solução.

A culpa não é da direita

A direita capitalista também não liga para isso. São defensores do estado mínimo ou libertários, anarco-capitalistas, e um dos valores mais importantes para eles é a liberdade individual. Mesmo que alguns achem que o sexo pago é algo errado, eles não defenderiam leis que limitem a liberdade de outras pessoas.

Sangue de uma prostituta agredida
Sangue de uma prostituta agredida

A culpa é dos conservadores de esquerda e de direita

Restam os conservadores de esquerda e de direita, que acreditam que o estado tem o direito de interferir na sociedade para torna-la melhor. Segundo seus pontos de vista.

Sim, eu sei que em geral, toda a esquerda acredita nesse princípio, mas meu tema hoje é só a putaria. Não vou discutir esses detalhes a fundo.

Já os conservadores de direita, precisam repensar suas posições políticas, porque quase tudo que se faz através da lei para melhorar a sociedade e transformar o mundo, tem um preço, que é a liberdade. E abrindo mão da liberdade individual, eu acredito que ninguém pode se dizer um membro da direita.

Enfim, os conservadores de esquerda e de direita acreditam que o governo deve interferir na sociedade, e que uma forma de tornar a sociedade melhor, é proibindo a prostituição.

Quando eu uso o termo “conservadores de esquerda”, estou me referindo a pessoas que naturalmente se identificam com a esquerda, mas que nem sabem o que é esquerda, não imaginam quem foi Shulamith Firestone, Marcuse ou Adorno. Não sabem o que a esquerda quer nem pelo que ela luta e nem como ela luta….

Eles só se acham “de esquerda” porque gostam do Lula ou acham a Manuela gostosa, ou gostam de pensar que isso faz do mundo “um lugar melhor”. Mas no fundo, são pessoas com um senso de valor moral, e acreditam que o estado deveria poder melhorar a sociedade através de leis que sigam essa moralidade (leis que eles gostem).

Ok, vale outra pequena explicação. Eu vi muitos vídeos de sem-terras e de gente no Nordeste que ama o Lula e o segue sem perguntar para onde, falando o que pensam da putaria rolando solta na sociedade sexualizada, e eles eram contra isso. Eram contra a corrupção para o partido, contra as escolas discutirem gênero, contra o aborto, valorizam o empreendedorismo individual e a má distribuição de renda não importa muito para eles….

São eleitores da esquerda e se dizem de esquerda, vão a protestos, agitam bandeiras, gritam e ganham o pão com mortadela, mas por suas opiniões individuais, quase dá pra pensar que são parte da direita conservadora!

Eu acredito que os conservadores de esquerda e de direita formam a maior parte do eleitorado no Brasil.

Garota de programa espancada até a morte
Garota de programa espancada até a morte

Os políticos

Mas os verdadeiros responsáveis por não defender a melhoria de vida das garotas de programa através da regulamentação da prostituição, são os políticos.

Primeiro porque todo político quer mais poder, e eles devem ter orgasmos quando encontram um jeitinho de interferir na liberdade individual de alguém transformando uma situação normal e sem vítimas em crime.

Mas principalmente porque a maioria deles nem liga pra isso, eles não estão nem aí para a regulamentação da prostituição ou não, mas se disserem isso em público, acham que não serão reeleitos.

Para se elegerem no Brasil, os políticos, mesmo os de direita, precisam incorporar valores assistencialistas aos seus discursos.

A maioria dos eleitores, e eu digo isso com tristeza, são pessoas mais simples que sentem medo de perder ou de não receber algum direito, alguma assistência…. E por isso, muitos os classificam como sendo de “esquerda”. E de fato, eles são eleitores da esquerda, mesmo que não saibam absolutamente nada do que isso significa.

Mas essas mesmas pessoas, que na maioria são pobres, também fazem parte daquele grupo com valores morais, e defendem muitos dos pontos que tradicionalmente, e de forma muito errada, são difundidos como “valores da direita”.

Nenhum político quer correr o risco. Com exceção dos poucos que já encontraram seu nicho de eleitores entre os que também defendem abertamente a regulamentação da prostituição.

Garotas de programa
Garotas de programa

Porque a regulamentação seria boa?

Além de dar segurança e garantir os direitos das mulheres, a regulamentação da prostituição movimentaria muito dinheiro em investimentos no Brasil. Empregos seriam gerados e impostos seriam pagos.

A regulamentação poderia estabelecer que boates e clínicas de prostituição não possam funcionar perto de pré-escolas, e que não possam divulgar seus serviços de forma muito explicita.

Também existe o fato de que as boates, bordéis e clínicas de prostituição fariam exames regulares nas meninas, e isso reduziria muito a incidência de doenças sexualmente transmissíveis.

Como a garota teria o emprego garantido e segurança, ela não precisaria se sujeitar a propostas de homens burros e irresponsáveis que oferecem um pouco mais de dinheiro para fazer sexo sem camisinha. Se a menina fizesse isso, ela seria demitida, e o cliente entraria em uma lista negra.

Vários países da Europa já regulamentaram a prostituição e estão ganhando muito com isso, não só com investimentos e empregos formais, mas também com a redução no tráfico de mulheres e com mais denúncias sendo feitas pelas prostitutas contra agressores de mulheres, traficantes de drogas e criminosos em geral.

Sem a regulamentação, elas tendem a se calar e não denunciar. Mas com a garantia da segurança e um mercado aberto, elas colaboram com a polícia e a criminalidade é reduzida.

Por fim, as áreas de prostituição na rua seriam limitadas, não seriam muitas e haveria menos putaria em praça pública. O que também significa menos camisinhas usadas na calçada onde a vovó passeia com o cachorro!

Garotas de programa
Garotas de programa

Curta e compartilhe esse post

Antes de mais nada, desculpem pelo textão…. Foi acontecendo naturalmente!

Você gostou desse artigo? Concorda comigo ou discorda? Eu quero saber o que você pensa sobre o assunto da prostituição e dos conservadores brasileiros.

Deixe o seu comentário no final dessa página e compartilhe o artigo nas suas redes sociais!

Você conhece as Acompanhantes São Paulo?

As Acompanhantes Porto Alegre são realmente lindas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *